10 de junho de 2015

Sinopse da história "A Princesa Descalça."



                                                               
                                                  "Pais ardentes tornam os filhos desobedientes."
               Imagem cedida pela própria
                                                   Provérbio Popular                                                                               
Estimados Leitores


Há quase dois meses que não escrevo. Não abandonei o blog mas os meus afazeres e outros contratempos que têm surgido deixam-me pouco tempo para dedicar ao que mais gosto de fazer: Escrever.


Decidi dar início a um pequeno resumo das histórias que compõem o meu livro "A Princesa Descalça e Outras Histórias." 



Reconheço a simplicidade da minha escrita e das minhas histórias. No entanto, se cada ser humano se comportasse e agisse tal como as suas personagens, tenho a certeza que o Mundo seria muito melhor.



Nos tempos conturbados que a vida moderna nos impõe, tal como as correrias que não nos deixam tempo para nós-próprios e menos ainda para pararmos um pouco e pensar no nosso semelhante, as minhas histórias são como uma lufada de ar fresco para aqueles que, cansados de tantas correrias, ainda querem acreditar que nem tudo está perdido.



Não posso deixar de transcrever um comentário enviado por um leitor e que adorei. Não vou escrevê-lo na íntegra pois é um pouco longo: "...As histórias de "A Princesa Descalça" resgatam-nos emoções que julgávamos esquecidas e dão-nos Esperança: O retorno à crença de um futuro melhor e de sonhos possíveis, como raios de Sol num dia chuvoso de Inverno."

                                                    Miguel Pereira - Jornalista (22.10.2014)   


Ora vamos lá:



Filha única, orfã de mãe aos doze anos, com um pai déspota, autoritário e indiferente, a Princesa conhecia, apenas, a Grandeza do Amor daquela mãe adorada. Porém, aquele amor fora-lhe arrancado, sem dó nem piedade, por aquela doença intrusa a que davam o nome de pneumonia.



O seu pequeno mundo desabou sobre os seus ombros que não foram sólidos o suficiente para mantê-la de pé e, também ela caiu doente. 



Sob os cuidados da jovem Aia, nomeada pelo Rei, seu pai, que a velava dia e noite, também ela sofria com a dor daquela criança que, embora rodeada de tudo - útil e supérfluo - não tinha o mais importante: Amor, Carinho, Alegria e Felicidade - a que todas as crianças, nobres ou plebeias, têm direito. Tudo partira com a Mãe naquele dia chuvoso e triste, o segundo de de Janeiro. 



Só ao fim de alguns meses a Princesa recuperou, graças aos cuidados desvelados daquela ama que não largava o seu leito.



E os dias, semanas e meses iam passando, todos iguais, parecendo tirados a papel químico, até à idade da adolescência. Era demais! Começou a sentir-se prisioneira do pai na sua própria casa. Uma prisão com grades de ouro que não atenuava o seu sofrimento.



Revoltada com o Mundo, em geral e com o pai, em particular, uma ideia vinda do nada começou a germinar e a impor-se na sua mente. Quanto mais pensava mais ela ganhava forma até ao dia em que decidiu desobedecer às ordens do pai.Tudo era preferível àquela vida insípida e sem esperança e, desistir, era uma palavra que não fazia parte do seu vocabulário.  



À parte as estradas da pequena aldeia que levavam ao Palácio e vice-versa, todo ele fora construído no meio duma floresta virgem, cerrada e intransponível e era quase impossível alguém embrenhar-se nas suas entranhas sem correr o risco de se perder. Porém, a decisão estava tomada e esse dia chegou.


Saiu do Palácio sem que ninguém se apercebesse e foi a partir daí que a sua aventura começou. Só que, na sua inocência e com a revolta que a dominava, a Princesa não sabia que, escondidos nas suas entranhas, a floresta escondia perigos e inimigos que ela nem suspeitava.


Conseguirá a Princesa regressar ao Palácio, sã e salva?



É o que veremos nesta linda história emocionante que desperta em nós os mais variados sentimentos e nos envolve desde a primeira página. 



Não quererá o leitor participar das suas aventuras e desventuras e ajudar a libertá-la dos perigos que "espreitam" vindo de todas as direções?

Este espaço é vosso e ficaria muito feliz com a vossa participação, opinião, críticas e tudo o que acharem em relação a este texto. Para isso agradeço que deixem os vossos comentários logo abaixo.

Desejo a todos a continuação de uma ótima semana.

Abraços.




Link para adquirir o livro Ebook: www.xinxii.com/pt/princesa-descaca-outras-historias-p-348733.html

Para o livro impresso contactar: mhmdphelena@gmail.com 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...